17/04/16

"Quercus à Conversa" sobre qual o papel do Homem na Natureza?

No próximo dia 22 de abril – simultaneamente o dia em que se comemora o dia da Terra – o Núcleo Regional da Guarda da Quercus A.N.C.N. realizará mais um “Quercus à Conversa” que contará com a presença do Prof. Gastão Antunes. A sessão terá lugar no espaço do Teatro Aquilo a partir das 22h.

O dia da Terra surgiu pela primeira vez numa manifestação realizada no dia 22 de abril de 1970 nos Estados Unidos da América e teve por finalidade criar consciência face aos problemas ambientais de contaminação, necessidade de conservação da biodiversidade entre outras preocupações ambientais para proteger o planeta Terra. A pressão social surgida nessa ocasião levou à criação da Agência de Proteção Ambiental naquele país e à publicação de uma série de leis destinadas à proteção do ambiente.

Inicialmente como um movimento universitário o dia da Terra converteu-se num acontecimento educativo e informativo em que movimentos ambientalistas em particular, e a sociedade no geral, utilizam para questionar face aos problemas que afetam o ambiente local e o planeta, contaminação do ar, água e solos destruição de ecossistemas, espécies de fauna e flora ameaçados, esgotamento de recursos não renováveis. [Fonte: Adaptado de http://essmo-becre.blogs.sapo.pt/89529.html]

Ao longo do debate procuraremos conversar sobre qual o papel que o Homem, enquanto espécie, desempenha no planeta Terra. Terá o Homem ao longo dos séculos exercido um papel de superioridade relativamente às outras espécies? Porque o terá feito? Necessidade de sobrevivência ou ameaça?

O debate conta com o apoio da empresa Firm Questions e iniciar-se-á a partir das 22h00 na sede do Teatro Aquilo. Será antecedido pelo Jantar Popular a partir das 20h30. Os interessados em participar no jantar deverão efetuar a sua inscrição através do contacto 962 550 825.

A iniciativa “Quercus à Conversa”, iniciada em fevereiro de 2014, tem por objetivo despertar consciências para temas ligados ao ambiente e simultaneamente dar a oportunidade à população em geral de participar expressando a sua opinião.