22/02/16

Quercus à Conversa sobre tecnologias do ambiente | 26 de Fevereiro de 2016

Na próxima sexta-feira o Núcleo Regional da Guarda realizará mais um debate “Quercus à Conversa” e cujos convidados são Filipe Caetano(1) e Pedro Reis(2).

A proliferação de dispositivos computacionais é hoje em dia elevadíssima devendo o utilizador procurar tirar partido delas nas mais variadas tarefas do dia-a-dia. O próximo “Quercus à Conversa” vai dar a conhecer 3 ferramentas tecnológicas [iRain(3), iEcoSys(4) e iAq(5)] desenvolvidas no Instituto Politécnico da Guarda com elevada preocupação ambiental.

O debate conta com o apoio da empresa Firm Questions(6) e iniciará a partir das 22h00 na sede do Teatro Aquilo que será antecedido pelo Jantar Popular a partir das 20h30. Os interessados em participar no jantar deverão efectuar a sua inscrição através do contacto 962 550 825.

A iniciativa “Quercus à Conversa” iniciada em Fevereiro de 2014 tem por objectivo despertar consciências para temas ligados ao ambiente e simultaneamente dar a oportunidade à população em geral participar dando a sua opinião.

Notas:
(1) Licenciado em Engenharia informática em 2007 e Mestre em Computação Móvel pelo Instituto Politécnico da Guarda. Desempenhou funções de Analista Programador na PT inovação (2007-2008). Realizou tarefas de investigação no projeto Magickey do Instituto Politécnico da Guarda (2008-2012), nas áreas da electrónica de controlo e reconhecimento de voz. É de momento colaborador da Magickey, Lda onde é Analista Programador. Participou em diversos encontros de carácter técnico-científico, cursos, seminários e artigos. Foi investigador associado do Centre for Aerospace Sciences and Technology (CAST) e do Centro de Investigação em Sistemas Electromecatrónicos (CISE) ambos da Universidade da Beira Interior onde realizou investigação aplicada de sistemas de proteção ambiental. Formador de módulos de Cursos de Especialização Tecnológica no Instituto Politécnico da Guarda.

(2) Engenheiro Informático a concluir a Tese de Mestrado de Computação Móvel no Instituto Politécnico da Guarda. Investigador com artigos nacionais e internacionais publicados, autor da patente do IEcoSys publicada pelo INPI e Formador de Informática.

(3) iRain – intelligent Rain – tem por objectivo garantir, de forma autónoma e eficiente, a rega de espaços verdes em ambiente urbano. O sistema consiste numa rede de sensores e actuadores, com comunicação sem fios, e no software de controlo para o armazenamento e disponibilização dos dados de monitorização num portal próprio em tempo real.

(4) iEcoSys – Intelligent Ecologic System – consiste numa ferramenta tecnológica que identifica individualmente o lixo produzido, utilizando TAGs RFID incorporadas nos sacos do lixo. Ao depositar os resíduos, o ecoponto identifica e pesa cada saco e a informação recolhida é enviada para um servidor recorrendo a tecnologia Zigbee. Chegada a informação ao servidor é inserida na base de dados tornando possível consultar no portal iEcoSys os resíduos depositados e inclusive encomendar novos sacos. Promover a sustentabilidade alterando o paradigma de receber pelo lixo reciclado ao invés de pagar o lixo produzido, constitui o contributo deste sistema.

(5) iAq – é uma tecnologia integrada, que combina sensibilidade, flexibilidade e precisão de medição em tempo real, permitindo evolução significativa nos controlos de qualidade vigentes. De uma forma geral, a qualidade de ambientes interiores (QAi) abrange o conforto térmico, o conforto visual e a qualidade do ar. Nestes termos, parâmetros ambientais como sejam a temperatura e a humidade do ar, a velocidade do ar, o nível de iluminação e as concentrações de poluentes são determinantes para uma adequada avaliação da QAi.

(6) http://www.firmquestions.pt/