01/11/12

Comunicado | Quercus aplaude obrigatoriedade da nova etiqueta europeia de pneus, a partir de hoje em vigor‏


logo

1 de novembro | Entra hoje em vigor

Quercus satisfeita com obrigatoriedade da nova etiqueta europeia de pneus

A partir de hoje, 1 de novembro, os novos pneus fabricados na União Europeia deverão obrigatoriamente conter uma etiqueta para cumprirem com a legislação em vigor(1) e assim tornar o transporte rodoviário mais eficiente, seguro e menos poluente, à semelhança do que já acontece com outros equipamentos de uso doméstico. Na nova etiqueta, o consumidor poderá encontrar informação harmonizada sobre as características técnicas dos pneus que estão a comprar, como o seu desempenho em termos de eficiência energética (poupança de combustível), aderência em piso molhado e o nível de ruído exterior.

A nova etiqueta europeia deverá ser aplicável a todos os pneus para veículos ligeiros de turismo (Classe C1), veículos comerciais ligeiros (Classe C2) e veículos comerciais pesados (Classe C3). As exceções serão os pneus recauchutados, pneus de competição, pneus sobressalentes, pneus cujo índice de velocidade é inferior a 80 km/h, pneus com pregos, pneus para utilização profissional fora de estrada, e pneus de veículos antigos.

O desempenho em termos de eficiência energética está classificado em 7 classes, medidas em termos de resistência ao rolamento, de A (mais eficiente) a G (menos eficiente). A diferença de eficiência entre as classes A e G pode resultar numa poupança de combustível até 7,5%, num conjunto completo de pneus, representando uma poupança de mais de 300 euros/ano, dependendo do veículo e das condições de condução.

A aderência em piso molhado está dividida em 7 classes, de A (menor distância de travagem) a G (maior distância de travagem). A diferença entre as classes A e G de aderência em piso molhado pode equivaler a uma distância de travagem até 18 metros mais curta, para uma velocidade média de 80 km/h e um conjunto completo de pneus com as mesmas características.

Os níveis de ruído exterior estão divididos em 3 categorias e são medidos em decibéis (dB), numa escala gráfica que é comparada com os novos níveis de ruído exterior para pneus europeus a serem introduzidos até 2016. Uma onda de som destacada a preto indica um pneu menos ruidoso e 3 dB inferior ao futuro limite europeu do Regulamento (CE) 661/2009, enquanto três ondas de som destacadas a preto indica um pneu mais ruidoso e em conformidade com o atual limite europeu em vigor no Regulamento (CE) 2001/43. A seta preta indica o nível de ruído em valor absoluto.

Francisco Ferreira da Quercus disse: “Tendo em conta que 20% das emissões de dióxido de carbono (CO2) dos veículos estão associadas à resistência causada pelos pneus, o que ainda é um contributo significativo, esta nova etiqueta vai permitir ajudar os consumidores a escolher os pneus mais eficientes e também com menor emissão de ruído, beneficiando o ambiente e também reduzindo os seus gastos com combustível. Com a manutenção dos pneus à pressão certa, os consumidores poderão ainda reduzir até 5% o consumo de combustível.”

A ACAP (Associação Automóvel de Portugal), em parceria com os fabricantes de pneus, está a promover uma campanha de sensibilização pública para a nova etiqueta europeia dos pneus(2), à qual se associaram o IMTT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres e a VALORPNEU – Sociedade de Gestão de Pneus que, através dos seus websites vão difundir informação sobre como melhorar a segurança, a eficiência económica e ambiental do transporte rodoviário.


Lisboa, 1 de novembro de 2012

A Direção Nacional da
Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza


Para mais informações contactar:
Francisco Ferreira, Quercus
Telemóvel: 937 788 470 | E-mail: franciscoferreira@quercus.pt

Mafalda Sousa, Quercus
Telefone: 213 462 210 | E-mail: mafaldasousa@quercusancn.pt