31/03/11

Abate ilegal de sobreiros em Coimbra Construção de mais uma nova área comercial


A Quercus recebeu recentemente mais uma denúncia relativa ao abate de dezenas de sobreiros, numa área florestal que está a ser convertida para construção de uma superfície comercial no Planalto da Guarda Inglesa junto de Santa Clara em Coimbra.

Dada a gravidade da situação, a Quercus deslocou-se ao local e confirmou que para além da existência de sobreiros cintados que foram requeridos para abate, estavam a abater sobreiros de grande porte que não estavam cintados, sem que existisse autorização.

A Quercus solicitou a intervenção do Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente da GNR, o qual se deslocou ao local e levantou o respectivo auto de notícia por contra-ordenação. Após esta actuação ontem, a Quercus detectou a continuação da intervenção até à noite, pelo que alertou novamente a GNR para a necessidade de reforçar a fiscalização, dada a ilegalidade do avanço das obras.

Autoridade Florestal Nacional não dá resposta

A Quercus remeteu um pedido de informação para esclarecimentos à Autoridade Florestal Nacional no final do ano passado, mas apesar da insistência continuámos a não ter resposta, situação lamentável que é reveladora da actual desestruturação dos serviços florestais.

Relembramos que no seguimento da consulta pública promovida pela Câmara Municipal de Coimbra para o planeamento da Estruturação do Planalto de Santa Clara, a Quercus emitiu parecer negativo em Janeiro de 2006, devido à presença de povoamentos de sobreiro e de espécies autóctones com interesse conservacionista, tendo mesmo sido sugerido a criação de um Parque Florestal Urbano no planalto.

Consideramos que qualquer Plano de Urbanização do Planalto de Santa Clara deve salvaguardar a necessidade de conservação dos povoamentos de sobreiro existentes.

A Quercus exige a intervenção das autoridades para que o desenvolvimento da zona do Planalto da Guarda Inglesa e de Santa Clara seja planeado de forma coerente e em consonância o correcto ordenamento do território.

Lisboa, 31 de Março de 2011

A Direcção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza/ Núcleo Regional de Coimbra